QUERO VER QUEM SABE CANTAR!!
Olinda - Pernambuco.
Frevança. 
Quem tem saudade não está sozinho;
Tem o carinho da recordação;
Por isso quando estou mais isolado;
Fico acompanhado com você no coração;
Um sorriso,
Numa frase, uma flor;
Tudo é você na imaginação;
Serpentina ou confete, carnaval de amor;
Tudo é você no coração;
Você existe como um anjo de bondade;
Que me acompanha nesse frevo de saudade.
(Frevo da Saudade - Aldemar Paiva e Nelson Ferreira)
Ai que saudade tenho do meu Recife
Da minha gente que ficou por lá
Quando eu pensava, chorava, falava
Contava vantagem, marcava viagem
Mas não resolvia se ia
Vou-me embora
Vou-me embora
Vou-me embora
Pra lá
Mas tem que ser depressa
Tem que ser pra já
Eu quero sem demora
O que ficou por lá
Vou ver a Rua Nova,
Imperatriz, Imperador
Vou ver, se possível
Meu amor.
→ (Antônio Maria - Frevo n° 2)
Passistas de Frevo, Olinda - Pernambuco